ENCONTRE AQUI

ABDI lança edital para testar reciclagem de caminhões em projeto-piloto

As empresas interessadas devem se credenciar até o dia 25/11/21. A iniciativa tem como finalidade estimular a economia circular na cadeia de valor do setor automotivo

UCM | 17/11/2021

Estão abertas as inscrições para o edital da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI) com vistas à contratação de empresas para realizar a reciclagem de caminhões em final de vida útil, em escala piloto. O objetivo da inciativa é desenvolver e fortalecer a reciclagem veicular, seguindo os preceitos da economia circular.

O edital foi publicado na Seção 3 do Diário Oficial da União Nº 214, no dia 16 de novembro de 2021. Você pode acessá-lo por meio do endereço eletrônico: https://www.abdi.com.br/transparencia, na guia aquisição de bens e serviços.

Os interessados podem se credenciar/cadastrar por meio do endereço eletrônico: www.licitacoes.caixa.gov.br, para participarem do certame no dia 26/11.

O certame visa a contratação de pessoas jurídicas com a finalidade de reciclar caminhões, em escala piloto. Nesta primeira etapa, o edital traz dois lotes, um destinado a caminhões com até 10 toneladas e outro para caminhões com peso igual ou superior a 10 toneladas.

 “A iniciativa irá testar o modelo negocial e operacional de reciclagem veicular por meio da combinação de esforços governamentais e privados”, afirma Samy Kopit, Analista de Produtividade e Inovação da ABDI. A ideia é gerar o valor necessário para equalizar a diferença entre o valor de mercado do caminhão, em fim de vida útil, e o seu valor como sucata.

De acordo com as regras do edital, a baixa e a reciclagem adequada do caminhão permitirão o acesso a dois conjuntos de benefícios: um voltado para a aquisição de um caminhão novo, e outro, para a aquisição de um caminhão seminovo com até 10 anos de idade. Neste primeiro momento, o piloto vai ser testado em Minas Gerais, onde o governo do Estado já possui legislação própria, que beneficia a reciclagem de caminhões em fim de vida útil.

A licitação será realizada na forma de um pregão eletrônico. O vencedor será o proponente que requerer o menor valor de equalização da ABDI, ou seja, aquele que se propuser a baixar e reciclar o maior volume de veículos em fim de vida útil, dentro do orçamento dado.

A ABDI considera o edital uma oportunidade para estimular a economia circular no setor automotivo, contribuindo para o incremento da produtividade e da eficiência logística; a melhoria das condições de segurança rodoviária; a redução de emissões de poluentes; e a difusão de tecnologias e melhores práticas de reciclagem veicular.